Spread e liquidez no book de ofertas - Entenda esse conceito!

Você já ouviu falar do termo spread de mercado ou spread bid-ask?

Na bolsa de valores, uma das aplicações para o spread é a diferença entre as melhores ofertas de compra e de oferta do mesmo ativo.

Já o termo gringo “bid-ask”, ele tem relação direta ao book de ofertas. Bid significa a oferta mais alta do lado de compra do book, enquanto que ask é o “topo do book” da venda, ou seja, a oferta mais baixa do lado das ofertas de venda.

Vamos abrir o book de ofertas de WING22 para entendermos na prática o que é o spread.

FYI: Para consultar o livro de ofertas em nosso Home Broker, clique na aba Cotação > Livro de Ofertas.

mceclip0.png

Observe a 1ª linha do book de ofertas. Atente-se a diferença entre a melhor oferta compradora de 107.530 pontos e a melhor oferta vendedora de 107.535 pontos. Essa diferença 5 pontos é o spread.

Mas, por que você precisa saber disso?

Há um custo atrelado ao spread, principalmente ao entrar e sair rapidamente de uma posição, que pode prejudicar seu lucro em uma operação.

Como calcular o custo do Spread?

Para entender o custo percentual do spread basta pegar o valor do spread e saber o que ele representa sobre a melhor oferta de venda, ou ainda, quanto custará para você sair de uma operação.

Em um ativo líquido como o WIN, o spread é geralmente de 5 pontos. Então, você pagaria R$ 1,00 por contrato para entrar e sair de uma operação ao enviar uma ordem a mercado. Isso sem levar em conta outros custos operacionais, como emolumentos e corretagem.

Cuidado ao entrar à mercado em momentos de volatilidade!

Ao se deparar com a abertura de mercado, divulgação de indicadores econômicos e até breaking news, o investidor talvez seja impelido a enviar uma ordem a mercado sem pesar o spread.

Mas, uma decisão errada ao entrar à mercado quando o spread está desfavorável pode custar caro. Quando o mercado estiver em alta volatilidade, o tome cuidado ao entrar a mercado, a fim de não entrar na operação em um preço desfavorável.

A título de exemplo, observe o book de ofertas de um ativo muito líquido, o WIN. Como mencionado anteriormente, geralmente o spread do WIN é curto, de somente 5 pontos. Mas, no exemplo abaixo, em razão da volatilidade, o WIN apresenta spread mais longo de 15 pontos. Logo, a compra a mercado pode estar mais cara que o desejado para minha operação e a saída talvez não seja favorável.

mceclip1.png

Em cenários de volatilidade e spread longo, gerencie bem o seu risco qual tipo de ordem será mais estratégica para seu trade, se à mercado ou limitada.

Quer entender tudo sobre ordens? Clique aqui e conheça os principais tipos de ordens para operar na bolsa.

Você sabe o que é Gestão de Risco? Assista o vídeo que o Eduardo Garufi preparou para você:

Esse artigo foi útil?