Zeragem compulsória: O que é, quando ocorre e quais os custos envolvidos?

A zeragem compulsória é um fechamento automático de suas posições por parte do modalmais, acionado quando o investidor atinge o limite máximo de risco permitido, a fim de proteger você de maiores perdas em seus trades.

A zeragem automática pelo robô do sistema de Risco do modalmais poderá ocorrer em três situações:

  • Ao atingir perda patrimonial superior a 50% (o investidor consegue programar em 'Meu Stop Personalizado', um valor até 70% comparado com o patrimônio elegível. Caso o investidor tenha inserido um valor superior a 70%, o risco considerará 70% do patrimônio elegível).
  • Ao atingir a perda configurada na ferramenta 'Meu Stop Personalizado'.
  • Por falta de margens de garantias após o horário permitido para operações com margem reduzida.

Importante:

  • A área de Risco começa a zerar as posições com garantias insuficientes a partir dos últimos 30 minutos do pregão regular, tanto para o mercado Bovespa ou BM&F. Para consultar os horários de negociação em bolsa, clique aqui! 
  • Qualquer ordem que seja disparada no mesmo momento do processo de zeragem automática será de responsabilidade única e exclusiva do cliente, assim como seus efeitos sobre os lucros e perdas das operações. 
  • Lembramos que robô serve apenas como contingência de risco operacional. O principal gerenciador de risco é o próprio investidor, que deve obrigatoriamente estar sempre atento à estratégia de operação e ter total ciência do seu controle financeiro.
  • A área de Risco do modalmais considera o patrimônio como referência, não somente o valor alocado como garantia para operações.
  • Após recebimento de transferência, os valores recebidos poderão demorar até dez minutos para serem sensibilizados como patrimônio elegível. Desta forma, sempre verifique o seu saldo antes de iniciar ou permanecer posicionado em uma operação.
  • Não esqueça de considerar todos os custos operacionais, tais como emolumentos da bolsa, no cálculo da perda patrimonial, pois eles são inerentes a sua operação.
  • Para zeragens por perda patrimonial o percentual poderá oscilar para baixo ou para cima, onde os valores de 50% (o investidor consegue programar em 'Meu Stop Personalizado', um valor até 70% comparado com o patrimônio elegível. Caso o investidor tenha inserido um valor superior a 70%, o risco considerará 70% do patrimônio elegível), não são exatos devido volatilidade de mercado e o grau de alavancagem do investidor, inclusive, podendo exceder seu patrimônio elegível.

Para conhecer todas as regras de risco do modalmais, acesse o site e clique no campo “Regras de Risco” para ler o documento na íntegra.

Quais são os custos da zeragem compulsória?

Mercado Futuro (BM&F) Valor por contrato
Ibovespa Mini (WIN) e Dólar Mini (WDO) R$ 12,50
Índice Bovespa (IND) e Dólar Cheio (DOL) R$ 49,90
Boi Gordo (BGI) R$ 50,00
Milho (CCM) R$ 25,00
Café Arábica (ICF) R$ 50,00
Soja Paranaguá (SFI) R$ 50,00
Soja CME (SJC) R$ 50,00
Etanol (ETH) R$ 50,00
S&P (ISP) R$ 50,00
Mini S&P (WSP) R$ 10,00
DI Futuro (DI1) R$ 10,00
Mini Euro (WEU) R$ 10,00
Taxas de Câmbio R$ 10,00
FWD PTS Dólar (FRP) R$ 10,00
Opções IDI R$ 5,00
Opções S/ Futuro de DI R$ 5,00
Ouro (OZ1) R$ 75,00
Ouro (OZ2) R$ 50,00
Ouro (OZ3) R$ 5,00

Já para o mercado à vista (Bovespa), o custo é de 0,5% sobre o volume + R$ 25,21 (mínimo de R$ 50,00).

Fora esses custos de zeragem, precisamos considerar também o custo da operação. Caso tenha dúvidas quais seriam os custos cobrados para operações no mercado financeiro, clique no mercado abaixo e confira.

Como consultar as taxas cobradas pela B3 para negociação no mercado futuro?

 

Para consultar as taxas cobradas pela B3 para o mercado à vista (Bovespa), preparamos um artigo detalhando, clique aqui para conferir.

Zeragem compulsória na prática:

Situação 1: O investidor tem saldo elegível de R$ 100,00 e no momento, está posicionado comprado em 1 Ibovespa Mini (WIN). Em suas operações, o mesmo auferiu prejuízo bruto de R$ 39,00, conta com custos de emolumentos da bolsa de R$ 0,50 e R$ 12,50 de custos de zeragem compulsória, totalizando R$ 52,00 de prejuízo potencial total.

Para encontrarmos o percentual e realizarmos a zeragem, usamos a seguinte equação:

Perda (%) = Operações/Saldo elegível = R$ 52,00 / R$ 100,00 = 52%.

Com isso, nosso robô de zeragem atuaria para encerrar sua posição.

Situação 2: O investidor definiu o Meu Stop Personalizado com o gatilho de zeragem de 70%.

Ele tem saldo elegível de R$ 18.713,50 e no momento, está posicionado comprado em 187 WINJ22. Em suas operações, o mesmo auferiu prejuízo bruto de R$ 10.310,00, conta com custo de emolumentos da bolsa de R$ 520,00 e custo de zeragem compulsória de R$ 2.337,50, totalizando R$ 13.167,50 de prejuízo potencial total.

Para encontrarmos o percentual e realizarmos a zeragem, utilizamos a seguinte equação:

Perda (%) = Operações/Saldo elegível = R$ 13.167,50 / R$ 18.713,50 = 70,36%

Com isso, nosso robô de zeragem atuaria para encerrar sua posição.

Como evitar a zeragem compulsória em suas operações:

Para evitar o risco de zeragem compulsória de sua posição, fique atento ao seu prejuízo e aos custos operacionais de suas operações. Encerre suas operações alavancadas antes do horário de término da margem reduzida e sempre utilize ordens Stop para gerenciamento de risco de suas operações!

Não deixe de conferir o artigo que preparamos sobre as Ordens Stop, clique aqui para acessar.

Esse artigo foi útil?