O que é IPO?

IPO é a sigla em inglês para Initial Public Offering, ou Oferta Pública Inicial em português. Uma oferta pública inicial de ações é o momento em que a empresa abre seu capital e passa a ser listada na Bolsa de Valores.

Ou seja, até o momento ela não tinha ações negociadas em Bolsa de Valores, e após o IPO a empresa colocará ações no mercado em troca de uma captação de recursos por essas ações.

Como uma empresa pode fazer o seu IPO?

O processo de IPO passa por várias fases, como auditoria, registro na CVM e B3, entre outros. É necessário que a empresa atenda uma série de regras e também apresente diversos relatórios relacionados a saúde financeira, aspectos fiscais, entre outros.
É um processo que pode demorar meses por ser um processo muito complexo, e também exige recursos. A partir do momento que uma empresa faz o IPO, é necessário que ela siga diversas regras sobre suas demonstrações financeiras, relatórios, informações aos acionistas.

Por que uma empresa decide fazer o IPO?

Vimos que o processo de IPO é bem complexo, e podem ter diversos objetivos atrás de uma empresa para abrir o seu capital em bolsa. Como principal exemplo, a captação de recursos através dessa emissão de ações, como também ganhar visibilidade no mercado.

Oferta, ou mercado primário e mercado secundário?

No mercado primário as ações ‘saem’ da empresa e são disponibilizadas para o público, em troca de recursos, ou seja, há captação de valores pela empresa. No mercado secundário, é a compra e venda das ações entre os acionistas, ou seja, não há captação de recursos pela empresa.

Qual a diferença de IPO para Follow-on?

No IPO, temos uma empresa que ainda não é listada na bolsa de valores, e faz a sua oferta inicial. Já no fallow-on a empresa já é negociada, e decide fazer uma nova oferta de ações, assim aumentando a sua participação de ações negociadas em bolsa.

Onde consigo informações sobre uma oferta de IPO?

Toda oferta inicial de ações acompanha o prospecto, esse é o documento mais importante de um IPO!
É nele que você encontrará informações sobre a empresa, o que ela pretende fazer com essa captação de recursos, situação do mercado onde ela tem suas atividades e também sobre os negócios que a empresa já faz!

Para consultar esse documento, entre no RI da empresa ou no nosso site na aba de IPO.

O que devo fazer para participar de um IPO?

Durante o IPO é aberto um período para que você envie sua oferta, indicando quanto você gostaria de investir naquela empresa, e o valor máximo que você aceitaria pagar por aquelas ações.
É necessário que você faça sua reserva, através de uma corretora de valores. Nesse artigo (colocar link) te ensinamos como fazer uma oferta em IPO através do modalmais!

Fiz a minha reserva, e agora?

Após a apuração das ofertas há a formação do preço, que é o preço onde aquela ação será estreada na Bolsa!
Se o seu preço ficou abaixo do valor estipulado, ou seja, você aceitou pagar menos do que o preço inicial das ações, a sua oferta será acatada e você não irá levar ações.
Agora, se você aceitou pagar igual ou maior do preço inicial, como por exemplo, você condicionou a sua oferta a R$20,00 e o resultado da formação de preço ficou em R$15,00, a sua oferta será acatada, e você levará as ações a R$15,00.

Eu sempre vou ter minha oferta acatada 100%?

Conforme vimos na pergunta anterior, caso você condicione sua oferta em um valor máximo que aceita pagar pelas ações, ela pode não ser efetivada.
Outro caso que pode acontecer também é a demanda ultrapassar a oferta, quando isso acontece, a empresa faz o rateio, ou seja, distribui as ações de maneira proporcional as ofertas.

Esse artigo foi útil?